Blog


Mundo das franquias
Carolina Dall'Olio conta tudo sobre o assunto.
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

De corretor a dono de imobiliária

3 de agosto de 2011

O mercado imobiliário tem apresentado vendas crescentes e bons lucros para quem trabalha no ramo. Ao longo de 2010 foram lançadas cerca de 37 mil unidades só na capital paulista.  E os lançamentos seguem em alta este ano, o que aumenta também o número de imóveis usados comercializados ­– já que muita gente vende um apartamento velho para comprar o novo.

O empreendedor interessado em aproveitar o crescimento do mercado imobiliário pode achar boas opções no mercado de franquias.  Na Associação Brasileira de Franchising, é possível encontrar ao menos cinco grandes redes imobiliárias: Auxiliadora Predial, Century 21, Franquia Imóveis, REMAX e Rede Morar. Juntas, elas possuem quase 150 unidades.

São todas muito recentes no Franchising brasileiro: as redes mais “antigas” adotaram o sistema de franquias apenas em 2007 no País. Duas delas – a REMAX e a Century 21 – são originárias dos Estados Unidos, onde as franquias imobiliárias são muito populares. Por lá, é comum que os corretores não sejam funcionários, mas sim franqueados da rede.

Por aqui, quem quiser se tornar dono de uma franquia imobiliária precisa ter apenas R$ 25 mil no bolso. É o valor cobrado pela REMAX, que estima o retorno do investimento em até 24 meses.