Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Você seria recontratado para a sua função atual? Cinco automatizações para sempre responder sim para esta questão!

28 de setembro de 2018

Imagine uma situação hipotética caso esteja empregado atualmente e venha atendendo, pelo menos satisfatoriamente, as expectativas da organização: Considerando que ninguém o conhecesse na empresa, você seria contratado para exercer sua função atual? Você seria o profissional para não só fazer o que faz atualmente, mas contribuir com que a empresa consiga superar os grandes desafios que enfrentará nos próximos anos?

Se tiver plena certeza que seria contratado, quais são os principais desafios que as empresas do ramo em que atua estão enfrentando atualmente? Quais são as grandes disrupções que tornarão não só a sua empresa, mas também a sua função obsoleta? O que vem sendo exigido dos candidatos que concorrem a vagas semelhantes a sua? O que está acontecendo na sua empresa e nas outras do seu mercado que deveria saber? E se puder responder mais uma última questão: quais são os negócios mais inovadores do mundo no setor ou função que atua?

Manter-se atualizado é um desafio de qualquer profissional em qualquer área, função ou nível hierárquico, mas pode ser mais simples do que muitos imaginam se programar cinco automatizações.

Primeiro: passe a seguir no Linkedin todos os principais executivos das principais empresas do seu setor no Brasil e no mundo. É algo muito rápido, simples e passará a receber atualizações profissionais de postagens, shares e likes de quem pensa estrategicamente o mercado em que atua.

Segundo: domine o Google Alertas. Crie alertas com palavras-chave que descrevam a sua função e associe com outros termos como vaga, emprego, candidato, etc. Esta ferramenta do Google enviará uma mensagem para você sempre que algo novo com estes termos aparecer na web. Assim, também aprenda a utilizar os recursos combinatórios utilizando “e” (and) e “ou” (or), por exemplo. Neste caso, sempre poderá estar atento sobre as competências, habilidades e atitudes que as empresas estão buscando para preencher vagas como a sua. Também pesquise se a sua função evoluiu e aparece com outros termos. Crie outro alerta com os nomes das empresas concorrentes. Depois crie mais um alerta com termos que definem o seu mercado (tanto em português como em inglês) com os termos startup e milhões (e million, em inglês). Este alerta começará a trazer notícias de startups da sua área que estão recebendo investimento de “milhões” de reais ou dólares. Ficará impressionado com a quantidade de startups inovadoras que estão sendo investidas ao redor do mundo. Neste caso, é uma oportunidade para conhecer quais são as principais inovações disruptivas do seu mercado ou função.

Terceiro: newsletter é quase algo pré-histórico na internet, mas todas as principais publicações ainda oferecem este recurso. Defina quais são as três, quatro ou cinco publicações mais importantes do seu setor ou função, assine suas newsletter e tome o cuidado para que não caia na sua lista de mensagens não solicitadas na caixa de e-mails. Assine newsletters de eventos e cursos relevantes também. De vez em quando, aparecem boas oportunidades que você não deveria perder!

Quarto: descubra e participe de um ou dois grupos de Whatsapp ou Telegram que são os mais importantes da sua empresa, mercado ou função, deixando-os no silencioso. Há muita coisa inútil, mas é importante zapear de vez em quando para ter uma noção sobre o que está acontecendo. Também verifique se o aplicativo Blind (www.teamblind.com) já está sendo utilizado na sua empresa. É uma espécie de rádio peão anônima.

Quinta: por fim, aprenda, de uma vez por todas, a utilizar o aplicativo Flipboard (www.flipboard.com). É uma das formas mais agradáveis e práticas para se manter informado sobre seus temas preferidos e visualizar informações de outras fontes que utiliza com frequência.

Marcelo Nakagawa é Professor de Inovação e Empreendedorismo do Insper.