Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Você busca oportunidade de fazer algo que faça diferença em nossa sociedade? Então busque seus pares

8 de outubro de 2014

Leo Spigariol (direita), da De Cabrón, escreve toda quarta-feira

Há alguns anos, acompanhamos um processo de descentralização da cidade de São Paulo. Por questões claras de crescimento desordenado, verticalização, especulação imobiliária, alto custos e alta densidade demográfica, a capital produtiva do país cada vez mais deixa de ser um destino desejado para se empreender.

Provavelmente porque a balança da relação oportunidade X qualidade de vida está cada vez mais equilibrada e pendendo para outras bandas. Acho que a febre do ouro no anos 80, com o evento da Serra Pelada, seja o maior extremo representativo de uma Era em que as pessoas acreditavam que a oportunidade poderia custar qualquer coisa, inclusive pegar malária quantas vezes fossem necessárias.

Desde que tomei a decisão e fiz minha mudança para o interior de São Paulo, venho buscando encontrar pessoas com afinidades profissionais na busca por somar experiências e novas oportunidades. Recentemente, há cerca de dois meses, tive a grata visita de um santa-cruzense empreendedor, André Bianchi. Na ocasião, conversamos sobre o desempenho de nossos negócios e projetos futuros da DE CABRÓN no mercado brasileiro e externo. Ao final de nosso encontro, fui convidado para participar de um café da manhã em Bauru, que aconteceria na semana seguinte.

Pois bem, como não gosto de perder oportunidades, fui. O convite era para participar do Viking Network, um grupo de empreendedores do oeste paulista que criou uma metodologia para a fomentação de relacionamento e de novas oportunidades de negócio. Fantástico. No cronograma do evento, em determinado momento, você se apresenta e conta rapidamente sua história. E sabe o que é mais interessante? A grande maioria é formada por paulistanos que, em algum momento de suas vidas, resolveram empreender no interior como ideal de vida, assim como eu. A responsabilidade de transformar a sociedade é nossa.

Hoje, Santa Cruz do Rio Pardo começa a se destacar no mercado de consumo de produtos gourmet, graças ao projeto DE CABRÓN. Gradativamente, vamos mostrando a todos que é possível sim criar um produto com grande qualidade e valor agregado em uma pequena cidade do interior.

Mas, voltando o tema que gostaria de abordar, a network, eu pergunto: você tem uma metodologia para fazer network em seu dia a dia? Você pratica isso com que frequência? Com quem você dialoga? Com outros empresários de sua região? A troca de experiências é talvez a mais importante das facetas da vida de um empreendedor e precisa estar no âmago de sua rotina.

Experiências com seus colaboradores, experiências com seus consumidores, experiências com amigos e, por que não, experiências com concorrentes? Ficar trancado em seu escritório olhando planilhas e reclamando do resultado das eleições no Facebook não leva a nada. Aliás, leva sim: aumento na miopia e consequente disfunção para enxergar novas oportunidades e, fundamental, aprender. Busque seus parceiros. Faço isso constantemente e confesso: tenha aprendido muito com os diálogos e a troca incomum de conhecimento Una-se ao seus pares. Crie projetos coletivos de troca de experiências. Você não está sozinho. Liderar um projeto fica mais fácil quando você pode trocar conhecimento com profissionais que você tem afinidade. E esqueça aquela ideia de que alguém vai roubar sua ideia. Compartilhar pode ser a chave do sucesso.