Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Ao iniciar o Facebook, objetivo de Zuckerberg não era construir uma empresa

7 de novembro de 2014

Post atualizado em 26/1/2015, às 13h25

Quando Mark Zuckerberg começou a criar o Facebook, o objetivo não era construir uma empresa. Aliás, ele não sabia nada sobre como construir um negócio. Para o cofundador do Facebook, uma das coisas que ele acha que a mídia faz de errado sobre empresas ou invenções é tentar fazer parecer que apenas uma pessoa é responsável. “As empresas que têm mais fundadores são realmente mais propensas a ter um resultado positivo”, afirmou Zuckerberg nesta quinta-feira, 6 de novembro, durante uma sessão de perguntas e respostas.

O cofundador do Facebook anunciou na semana passada que iria responder perguntas de usuários, que passaram a mandar os questionamentos pela página do evento criada na rede social. Na época, a página recebeu quase 90 mil curtidas e a primeira postagem recebeu quase 10 mil comentários.

Zuckerberg também foi questionado sobre o Facebook estar se tornando chato. Segundo ele, o objetivo nunca foi fazer o Facebook “cool” ou seja, fazer ele ser “descolado”. “Eu não sou uma pessoa legal, e eu realmente nunca tentei ser descolado. Nosso modelo para o Facebook nunca foi tentar torná-lo particularmente excitante de usar. Nós só queremos torná-lo útil”, disse.

Ele também foi questionado por que usa a mesma camiseta cinza todos os dias. A resposta foi a de que ele quer ‘limpar’ sua vida e tomar as mínimas decisões possíveis, exceto como melhor servir a esta comunidade, se referindo a base de usuários do Facebook.

Segundo Zuckerberg, ele está em uma posição de muita sorte, onde acorda todos os dias e ajuda a atender mais de um bilhão de pessoas. “Eu sinto que eu não estou fazendo o meu trabalho se eu gastar a minha energia em coisas que são bobas ou frívolas sobre a minha vida”, disse.

Daniel Fernandes é editor do Estadão PME

Onze perguntas mais ou menos sobre empreendedorismo que Mark Zuckerberg pode responder

5 de novembro de 2014

Desde que anunciou na semana passada que vai responder perguntas de usuários no Facebook, Mark Zuckerberg já recebeu milhares de questionamentos pela página do evento criada na rede social. O cofundador do Facebook vai promover um livestream de perguntas e respostas transmitida na quinta-feira, 6.

Por isso, o Estadão PME selecionou dez perguntas mais ou menos sobre empreendedorismo que Mark Zuckerberg pode responder. Se você se interessou, pode tentar mandar sua pergunta pela página do evento que já tem mais de 75 mil curtidas. É preciso curtir a página e fazer a pergunta nos comentários. Ou mesmo votar em uma pergunta que gostaria de ele respondesse. Quem não conseguir acompanhar poderá assistir o vídeo depois da transmissão.

Confira onze perguntas que os usuários gostariam que Mark Zuckerberg respondesse:

Qual cerveja você estava bebendo quando criou o Facebook?

Quanto tempo você gasta no seu próprio Facebook por dia em média?

Quantas vezes o Facebook compartilhou nossas informações privadas com órgãos do governo?

Qual seu recurso favorito do Facebook, mas que ainda não foi divulgado?

Se você pudesse voltar dez anos no tempo, que tipo de conselho você daria para o “jovem Mark”?

Onde você vê o Facebook daqui dez anos?

Quando você vai adicionar um botão de “dislike” ou “não curti”?

Você já sentiu a necessidade de voltar e obter seu diploma?

Ou quão importante é a educação para decidir o seu sucesso na vida?

Quantas horas você trabalha por dia?

O que você teria feito se não tivesse fundado o Facebook?