Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Sobre o que é compartilhar

9 de agosto de 2017

Em meu último post, critiquei a atuação de uma empresa de compartilhamento de viagens. Óbvio que existem benefícios e acho que a empresa entrega bem o que ela se presta a entregar, só quero deixar claro que não falei que é uma empresa ruim, apenas é confundida com Sharing Economy, quando na verdade é uma empresa tão capitalista quanto a padaria da sua esquina, que tenta manter seu operacional baixo e aumentar o lucro. Claro, com um toque de genialidade e tecnologia em cima.

Para deixar claro minha posição com sharing economy eu, há anos atrás, escrevi o que na minha opinião eram os pilares da economia compartilhada:

(Sub) Utilização de recursos é tudo sobre compartilhar para equilibrar essa balança, os dois lados ganham e levando o uso ao máximo o aproveitamento melhora. Imagine aqui o velho exemplo da furadeira: se você usa de vez em quando e seu vizinho também, porque não comprar uma furadeira juntos? Mais barato, mesmo produto, melhor utilização.

Distribuição > Descentralização: precisamos falar aqui sobre um sistema distribuído. Sharing economy é a evolução do sistema descentralizado, é a internet para nosso relacionamento com o comércio. Funciona assim: quanto mais coisas de múltiplas propriedades, mas indivíduos interessados em preservar esses recursos teremos. Ao mesmo tempo, mais pontos de interação interdependentes, fazendo com que a rede seja autossustentável. Hoje, Blockchain explica bem como isso tem funcionado.

Relacionamento e confiança: aqui está o diferencial real de sharing economy. Estamos falando de um sistema baseado em pessoas, em humanos. Dividir por si só é simples, mas o problema é identificar se todos estão felizes com isso, senão é um sistema abusivo (lembra dos motoristas do Uber?).

Assim, plataformas que oferecem notas sobre os usuários, seguro sobre como você iniciar o relacionamento (ninguém é obrigado a nascer 5 estrelas) e aproximação de indivíduos são plataformas compartilhadas que estão dentro do conceito de sharing economy.

Claro, tudo isso é o que eu venho seguindo desde que iniciei minha atuação com o assunto e estudos. Posso estar errado, mas não quero estar certo, só quero ser feliz, então isso me traz felicidade.

Wolfgang Menke é fundador da House of All e está dando um nó na cabeça do mercado brasileiro ao possibilitar que pessoas experimentem e pratiquem a Sharing Economy