Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Seu negócio está preparado para o mundo mobile?

11 de maio de 2015

O IBGE divulgou recentemente sua pesquisa nacional por amostra de domicílios de 2013. Dentre os inúmeros dados revelados, e que apontam insights para os empreendedores,  quero destacar hoje o avanço do telefone celular na vida de todos – e seus possíveis impactos nos negócios. Os dados são de 2013, mas mostram tendências importantes, principalmente que estamos caminhando para a universalização do celular. Ou seja, amanhã ou depois todo o indivíduo, desde a criança até o idoso, vai estar conectado.

Vejam alguns números que comprovam isso: Em 2013,  três em cada quatro brasileiros já tinham seu celular. O dispositivo foi o meio de acesso à Internet declarado por 53,6%. 17,2% disseram usar o tablet.

A região Norte apresentou o maior percentual de domicílios que utilizavam o telefone móvel como meio para acesso à Internet (75,4%), superando o acesso através do microcomputador (64,8%). Na comparação entre 2005 e 2013, o percentual de acesso a celular no Tocantins variou de 27% para 74,6%. Na Paraíba o crescimento foi de 26,2% para 73%. O Distrito Federal lidera o uso da tecnologia: 89,4% da população tem um aparelho no bolso.

Hoje já se usa o celular para:

- comprar / vender / alugar

- jogar / brincar / se divertir

- assistir filmes / séries / bobagens

- encontrar namorado (a) ou algo mais

- traçar rotas / evitar trânsito / encontrar / visitar lugares

- pesquisar estacionamento / pagar pedágios

- chamar táxi / pedir pizza / encontrar serviços e fornecedores

- cobertura de eventos / congressos / feiras

- selfies / recordações / memórias- ensinar / aprender

- o que você quiser… A lista é infinita e será assim cada vez mais.

Escolhi quatro exemplos para mostrar que este é um caminho sem volta:

Na Estônia, a identidade digital do cidadão é um chip. É com ele que a pessoa agenda uma consulta médica, usa o transporte público, envia o imposto de renda ou mesmo paga o tempo de uso de um parquímetro. Para muitos dos serviços sequer é preciso o uso do smartphone, muita coisa funciona com o bom e velho SMS mesmo.

Já o Photomath, um dos aplicativos premiados no NetExplo  2015, revoluciona o ensino da matemática. Não é mágica, o celular lê a fórmula e resolve o problema – mostrando passo a passo como chegar na solução.

O uso do WhatsApp vem gerando aumento de receitas para as micro e pequenas empresas. Apesar de não haver um número consolidado, há inúmeras evidências disso. O Sebrae Goiás, por exemplo, registrou um incremento de vendas nas empresas dos segmentos de agência de viagem e corretagem de imóveis. Também são conhecidos casos de pizzarias, manicures e site de comércio eletrônico que vendem mais com o uso desse novo canal de relacionamento.

Por fim, os alagoanos criadores do HandTalk, aplicativo que permite que o simpático Hugo ajude quase 10 milhões de deficientes auditivos a melhor se comunicar através da tradução automática de texto e áudio para Libras, a língua de sinais. E de graça. O aplicativo brasileiro já foi premiado pela ONU como o mais importante aplicativo social em 2013 – reconhecido como um das mais importantes tecnologias para inclusão de portadores de deficiência auditiva.

Poderia citar mais e mais exemplos, mas acredito que esse já são suficientes para que você se questione e pense como pode tornar sua empresa mais inovadora com o uso do celular. Inspiração não falta, portanto mãos à obra!

Marcelo Pimenta (menta90) é professor de inovação da ESPM e fundador do Laboratorium e escreve toda segunda-feira no Blog do Empreendedor. Encontre mais conteúdo curtindo www.facebook.com/menta90