Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Quatro passos para ajudar a descobrir seu propósito

26 de janeiro de 2015

Menta90 (Marcelo Pimenta) é professor de inovação na ESPM e criador do Laboratorium

Roberta Alfredo enviou um e-mail:

“Gostaria de sugerir um tema para ser abordado, de como descobrir o seu propósito. Sempre temos dicas de como ir atrás do seu propósito, mas não de como descobri-lo. Obrigado”.

Agradeço a mensagem e quero, antes de responder sua dúvida, alinhar sobre o que estamos falando.  Descobrir / ter / cultivar um propósito é buscar entender qual sua missão no mundo, qual contribuição você pretende deixar para o planeta, para sua família, para seus colegas, para seus vizinhos. Nas palavras do meu amigo Flavio Vaz Peralta: “ter um propósito é o que traz sentido para a vida. Ter um plano traz o norte e permite o ajuste do foco”. Ou citando Steve Jobs – We’re here to put a dent in the universe. Otherwise why else even be here? – na tradução livre “Estamos aqui para fazer a diferença no universo. Caso contrário porque estaríamos aqui ainda?”

Então pode ser sido um propósito (hipotético) de Santos Dumond – “contribuir para o desenvolvimento tecnológico da humanidade”.

Ou de Mahatma Gandhi – “defender a justiça sem violência (mesmo que isso signifique grandes sacrifícios)”.

Se estamos então combinados do que é propósito tenho a lhe dizer que não conheço uma fórmula para descobrir um propósito, mas provocado por sua pergunta proponho uma atividade que pode ajudar a descobri-lo. É um exercício, não uma solução definitiva.

1 – MURAL – O QUE GOSTO?

1.1. Separe uma parede ou uma porta ou uma janela, um local visível de fácil acesso e iluminado para que você possa construir um mapa de palavras.  Se for o caso cole folhas de flip-chat para ficar mais definido o espaço.

1.2. Escreva em post-its – uma palavra em cada post-it -  tudo aquilo que você gosta de fazer. Tente escrever tantas coisas que você gosta. Diria que 50 é um bom número, mas não se limite a isso e escreva quantas coisas que vem a cabeça.  Tente lembrar de coisas que você faz somente quando está em férias ou que tem mais tempo para você – seja ver TV, catar conchinhas, fazer trilhas, cozinhar, mudar os móveis de lugar.

IMPORTANTE.

Não tenha pressa nessa atividade. Afinal, você está buscando um propósito para toda uma vida – não precisa resolver a questão em 15 min, ok? Controle a ansiedade e vá colecionado e buscando dentro de si aquelas coisas que mais lhe deixam com a sensação de realização.

2- AGRUPE AFINIDADES

2.1.  Comece a procurar padrões, similaridades. Que tipos de características se repetem? Trabalhos manuais? Ao ar livre? Em grupo? Em que espaço? Comece a identificar o que podem ser grupos para que você possa entender.  Movimente os post-its e tente agrupá-los por características em comum.  Faça diferentes combinações. Pense o que é só lazer mas busque ver o que é lazer mas que pode ser também trabalho – tipo cuidar do jardim ou cuidar de crianças.

2.2. Com post-its maiores ou de outra cor, tente então dar nomes a esses grupos e você vai ter já a pista de coisas que você potencialmente tem como elementos para um bom propósito. São palavras chave que provavelmente poderiam / deveriam estar num propósito de vida.

3- VISUALIZE SUA VISÃO DO MUNDO

3.1 Pegue revistas variadas, que você quer jogar fora, as mais diversas possíveis.  Com uma tesoura na mão, comece a identificar imagens e elementos que vão fazer você construir uma colagem com o mundo dos seus sonhos. Tudo é permitido.  Faça um mural bem bonito e sem censura, ok? O importante aqui é deixar rolar.

3.2. Analise. Veja em que ambiente, em que situações você se vê. Em que situações? Ao ar livre? Com máquinas e equipamentos? Numa loja?  Tente descobrir qual seu estilo de vida, que cidade gostaria de morar, se quer ter filhos, tente ver o que o resultado lhe revelou.

4 – CONSTRUA HIPÓTESES

Comece a construir hipóteses. Frases que tenham cerca de 20 palavras ou menos que possam expressar de forma ampla seu propósito de vida. Pode usar folhas de rascunho para construir várias. Não julgue, apenas construa.

Faça pelo menos 10 frases:

-  mostrar que a prática de esporte é uma forma importante de integração social

- disseminar a ideia que o ensino do violino melhora o desempenho do aluno na matemática

- lutar que para que todos tenham acesso a água

- encontrar a cura da AIDS

- montar um espetáculo para ser apresentado na rua

- conseguir que cada animal doméstico possa ser encontrado

- mostrar que o Brasil tem artistas de classe mundial

- tornar a educação algo divertido

- …

Tente escolher uma que lhe agrade e tente conviver com ela alguns dias para ver se ela se encaixa. Caso não se encaixe, mude, ajuste e vá tentando – não desista. E não se esqueça de trocar o óleo, as velas, e deixar toda a máquina sempre renovada – pois nosso propósito vai se modificando conforme o mundo vai se transformando. E Heráclito já nos ensinou isso há muito tempo (cerca de 500 AC):  “É impossível entrar no mesmo rio duas vezes”. As águas já são outras e nós já não somos os mesmos.

Como resultado do exercício você vai ter:

1)      Um mural de palavras chaves agrupadas

2)      Um conjunto de palavras-chave (parte e/ou inspiração para seu propósito)

3)      Um mural visual do seu mundo ideal

4)      Uma lista de hipóteses para você ir testando qual melhor lhe serve.

Para finalizar, deixo aqui o que vem sendo meu propósito, para que você ter mais um exemplo e também possa entender um pouco do contexto dos posts que escrevo nesse blog e de outras atividades que faço: “Incentivar que as pessoas recuperem a confiança de seu potencial criativo para empreender”.

Um abraço e obrigado pela mensagem. Espero que a resposta lhe seja útil.