Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

O missionário empreendedor

27 de agosto de 2018

Loja do Coletivo Emaús, marca de moda urbana que destina parte do seu faturamento para projetos assistenciais

Esta é a história de Tom Dias, designer, empreendedor e fundador da marca de moda jovem Coletivo Emaús, com forte pegada de street wear, rap, skate e … bíblias! Tom e sua mulher, Cibele, estão empreendendo de forma a realizar não apenas a vontade de serem donos do próprio negócio, mas também de compartilhar e doar. “Somos uma marca de moda urbana que segue os preceitos bíblicos e achamos importante praticar essa relação humanitária, que consiste em devolver ao universo uma parte do que conquistamos.” E Tom fala sério e compartilha pesado: 30% do lucro obtido é doado para projetos assistenciais e auxílio a missionários espalhados pelo mundo, como em Juazeiro do Norte – CE (Brasil), Arequipa (Peru), Moçambique e Sudão.

O que é o Emaús?
O Coletivo Emaús mostra a força da criatividade e amor através de camisetas que falam sobre um caminho, uma verdade e uma vida que começa aqui, mas não acaba aqui! Somos uma marca que promete um lifestyle com qualidade, esperança e muito amor! Esse é nosso intuito! A pessoa quando veste um produto Emaús sente algo diferente. É muito mais do que uma camiseta. É algo diferente, é algo que surpreende.

De onde surgiu a ideia de fundar o Coletivo?
A necessidade de apoiar projetos e pessoas que deixam seus lares, suas vidas para prestar serviços de assistencialismo a famílias, crianças, adolescentes. Muitos desses são chamados de “Missionários” porque entenderam que existe uma necessidade maior, um anseio maior para que outras vidas possam ser apoiadas, conhecendo um amor, uma graça, que pode mudar suas condições.

Primeiro apareceu a ideia do negócio ou primeiro surgiu o empreendedor?
Desde pequeno sempre fui avesso a ideia de trabalhar com carteira assinada. Sempre perguntava aos meus pais porque eles não poderiam ser livres para fazer suas coisas que sempre sonharam. E a resposta que sempre ouvia era “estude para arrumar um emprego decente”. Eu sempre fui ouvinte, obediente (salvos muitas exceções) e muito teimoso com meus pais. No princípio, aos 17 anos, arrumei meu primeiro emprego como designer de estampas, isso foi em 2004. Mas sempre questionando o motivo  de acordar super cedo, ter uma hora de almoço e ter hora para ir embora. Nunca entendi muito porque as pessoas adoram a sexta-feira. enfim…. De lá pra cá, passei por agências de comunicação, escritórios de moda, cenografia, publicidade entre outros. Minha teimosia foi o gatilho para abrir o próprio negócio. A princípio prestando serviços de design e querendo tocar ao mesmo tempo o Emaús confeccionando camisetas. Percebi que era muito perfeccionista e decidi abandonar a área de serviços e aprendi a amar o Emaús fazendo a melhor camiseta da vida de qualquer pessoa!

Como é que a família participa no empreendimento? No estilo de vida?
Eu e minha esposa somos sócios nesta empreitada! Preciso confessar: não é nada fácil, mas sempre conseguimos entrar num acordo. As coisas, querendo ou não, se misturam muito. O legal é que as crianças já crescem percebendo que a vida não é um mar de rosas e acredito que eles adoram ter o pai e a mãe sempre por perto. Nossa rotina é muito dinâmica e bem cansativa, acordamos, levamos as crianças pra escola, voltamos, conversamos sobre o dia, vamos a loja/escritório, trabalhamos com as agendas do dia, como criação, produção, vendas estratégias etc. Nos fins de semana, fazemos eventos em igrejas, levando nossas camisetas para apresentar a marca aos irmãos.

Tom Dias, criador do Coletivo Emaús, em seu ateliê

Como é o seu dia de trabalho?
Já houve quarta-feira que foi meu domingo e já houve domingo que acordei na empresa. Não existe nem dia e nem hora para quem quer conquistar um sonho, seja ele material, espiritual ou pessoal. Não existe! Nosso tempo com a família é super-importante, pelo menos uma refeição do dia fazemos juntos. E procuramos passar um ou dois dias da semana juntos, passeamos, comendo ou apenas deitados na cama assistindo Netflix durante um dia inteiro! Família é primordial para que tudo dê certo. Sem família, nada do que fazemos faria sentindo. Amo muito nossa família, e tudo que faço, as horas e dias investidos, são por eles e para eles!

Quais são os planos de futuro do Emaús?
A internet é um ser a ser explorado durante vidas e vidas! Nossa intenção é descobrir cada vez mais como ela funciona, pois nosso Cliente (com maiúscula) está ali! Queremos sempre criar camisetas novas, expandir os negócios na internet. Automatizar processos cada vez mais sem perder o contato humano do atendimento. Sonhamos em expandir fisicamente o nosso negócio, mas cremos que ainda não é o tempo. Acredito numa frase de Salomão: “Há tempo para tudo estabelecido abaixo dos céus”. Um dia de cada vez, vivendo, aprendendo, vendendo e expandindo conforme Deus quer.

Se pudesse dar uma dica aos jovens empreendedores que estão chegando, qual seria?
Encontre um propósito para seu negócio, não uma necessidade para ganhar dinheiro. Encontre um propósito e o dinheiro virá como consequência para alimentar o negócio e o propósito. Sei lá, pense em ajudar asilo, orfanato, ONGs, comunidades, igrejas com parte do seu faturamento. A generosidade gera renda! Quando mais dou, mais eu tenho para dar! Aquela máxima, “Quem tem para pagar a conta, tem sempre”… Seu diferencial não seja atendimento ou um produto/serviço bacana! Que isso seja obrigação. Encontre seu diferencial nos detalhes que só o cliente e você percebam, talvez uma aproximação mais pessoal, algo que lembre as pessoas de algo nostálgico que traga lembranças positivas, pense nos detalhes como diferencial. Não tenha limites para trabalhar! Trabalhe, estude com diligência e muita força! O mundo e as pessoas estão cada vez mais profissionais e se você quer bater de frente, precisa ser profissional ao extremo! Agora se você quer ser mais um, é só cair toda hora em campo e fingir que está machucado…

Qual o futuro do Brasil?
Vejo um futuro de pessoas cada vez mais empreendendo no Brasil. A internet é o lugar das oportunidades. Os mais novos já nascem com um smartphone acoplado em suas mãos. O que precisa é guiar essa garotada que está vindo a querer ser cada vez mais técnicos, profissionais, porque talento muitos deles já tem! Não vejo carteiras assinadas, não vejo mais empregados. Mas vejo pessoas trabalhando em acordos montados com seus chefes e tendo a possibilidade de escolher o que fazer cada vez mais. Vejo pessoas sendo preparadas cada vez mais! E pessoas com multitalentos ora são cozinheiros, ora são profissionais de TI ou produtores musicais. Não vejo pessoas com profissões padronizadas, mas vejo cada vez mais jovens super talentosos, graças à bendita da internet!

Onde encontrar:

www.coletivoemaus.com (Loja online)

Facebook: www.facebook.com/coletivoemaus

Instagram: www.instagram.com/coletivo_emaus

Endereço Coletivo Emaús:  Av. Brasil, 361A – Vila Correa, Ferraz de Vasconcelos – SP; telefone: (11) 3425-7299; horário de funcionamento: das 10h às 18h.

Ivan Primo Bornes (ivan@pastificioprimo.com.br) – empreendedor e fundador da rede de rotisserias Pastificio Primo (www.pastificioprimo.com.br)