Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

O McDonald’s não vende hambúrguer; e a Kopenhagen não vende chocolate

10 de abril de 2015

O que você responderia se perguntassem, agora, o que vende o McDonald’s? Comida, seria a resposta da maioria. E a Kopenhagen: chocolate certamente apareceria entre as principais alternativas.

Certo e errado ao mesmo tempo.

Para quem está pensando em começar um negócio, há uma dica importantíssima que é preciso seguir. E acredite, isso pode fazer toda a diferença entre o sucesso e o fracasso da sua proposta de negócio. Antes de pensar em qualquer coisa, é preciso definir qual é o seu negócio.

:: Leia também ::
Ele perdeu a chance de fundar a Starbucks

De acordo com os especialistas, isso faz parte da estratégia da sua empresa e além de definir, é preciso ampliar essa proposta para você saber exatamente o que faz e para quem faz e como comunica isso para quem pode comprar seu produto. Portanto, nesse exercício, você terá sempre que definir uma ‘visão restrita’ e uma ‘visão ampla’. É por isso que as respostas das duas primeiras perguntas estão certas e erradas ao mesmo tempo.

Calma, fica mais fácil com exemplos.

McDonald’s
A rede norte-americana de hambúrgueres, famosa em todo mundo e principal referência no segmento de fast-food na visão restrita de definição de seu negócio vende alimentos. Certo. Mas a empresa também vende agilidade – você já tentou pedir algo ‘especial para você’ na rede e viu quanto tempo demora para ser atendido? -, mas também a tal da felicidade. Quer ser feliz? Venha comer com a gente! Essa é a visão ampla que falamos acima.

Kopenhagen
A empresa brasileira vende chocolates, é claro. Mas vende mais do que isso. Vende também presentes. Você não vai até uma loja apenas para comprar um docinho depois do almoço. Normalmente, a rede é uma opção viável quando você tem que presentar alguém com algo que tenha algum significado. Ela vende, portanto, mais do que barrinhas.

A lista é grande. E podemos até simplificar o exercício

Harley-Davidson
Visão restrita do negócio: vender motocicletas
Visão ampla: vender um estilo de vida

Estrela
Visão restrita: brinquedos
Visão ampla: alegria

E por aí vai……

Daniel Fernandes é editor do Estadão PME, projeto multiplataforma do Estadão que não vende notícia apenas, vende soluções para os empreendedores.

5 Comentários Comente também
  • 10/04/2015 - 14:37
    Enviado por: Eduardo Tourinho

    Com relação a analise feita no texto, a qual afirma que a McDonald’s vende agilidade, eu discordo. Afirmo isso baseado no atendimento que tive em todas as lojas da rede a qual frequento ou um dia frequentei aqui em Salvador – Bahia.
    Além de muita ineficiência por parte da equipe envolvida nas operações de preparo e arrumação dos lanches, fica explicito a falta de comando por parte de um gerente bem preparado para tal. Um dia cheguei a discutir com o gerente de uma loja, pois pedi uma salada (que geralmente fica montada dentro do refrigerador) no lugar da batata frita.

    Com certeza, se algum dia fosse montar um negocio, não seria uma franquia da McDonald’s.

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 11/04/2015 - 05:49
      Enviado por: Fábio Fonsêca

      Eduardo, aqui em Recife são os mesmos problemas. É nítida a falta de supervisão dos gerentes de loja. E se for final de expediente, o gerente estará tão ou mais “aguniado”, como falamos aqui, para ir embora quanto os outros da equipe e nessa hora, a qualidade cai vertiginosamente.

    • 11/04/2015 - 15:14
      Enviado por: Felipe

      Mas, meu rei, é Salvador. Nem o Subway é ágil por lá. Só o trânsito mesmo que corre.

    • 02/04/2016 - 18:03
      Enviado por: Ale

      Em um McDonalds de Salvador eu tive o mesmo problema. O restaurante estava lotado e demoraram 40 minutos para me entregarem um BigMc, Coca e batatas fritas.
      Na cidade de Passau/Alemanha foi pior ainda. A demora foi de 1 hora e a loja nem estava cheia!!!

  • 12/06/2015 - 15:34
    Enviado por: manolo

    Essa questão levantada, começa muito antes dos serviços inerentes do negócio vender alimento, brinquedinhos mc lanche feliz – ou opção viável quando você tem que presentar alguém com chocolate.

    A mercadoria em troca do seu dinheiro, é uma simples troca, depois vem toda essa parafernália, do marketing, atendimento, ar condicionado, segurança, respeito e outros “eteceteras” o objetivo e meta são o seu dinheiro.

    responder este comentáriodenunciar abuso

Deixe um comentário: