Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Itaipu inova e lança chamada para incubaceleração

30 de junho de 2014

Marcelo Pimenta é professor de inovação da ESPM

A cultura startup vem afetando não só as empresas, mas todo o ecossistema empreendedor.  Vem de Foz do Iguaçu uma das novidades nesse cenário: a incubadora Santos Dumond, que faz parte da Fundação Parque Tecnológico de Itaipu. A instituição é pioneira em lançar um processo de incubaceleração.

“Entendemos que a aceleração é um processo complementar a incubação, nada mais normal do que trazermos uma aceleradora para nosso processo” explica o gestor do projeto, Hedryk Daijó.

“Com esse novo modelo vai ser possível ter uma visão mais global de atuação das nossas empresas, principalmente no mercado de startups – que é muito dinâmico. Além disso, aumentamos nossa rede de investidores e mentores, que passa a ser compartilhada. Outro ponto importante é que através da parceria com a aceleradora temos maior ação na administração das empresas por meio da compra de cotas de participação e consequentes investimentos financeiros aportados”, diz Daijó.

A mudança marca o resultado de um processo de reinvenção do modelo da incubadora. Já no ano passado, conceitos e ferramentas do “novo jeito de criar negócios” (modelo de negócios, lean startup, desenvolvimento do cliente, pitch, cocriação) já foram incorporados ao processo de pré-incubação, numa prototipação do que é esse novo modelo de incubaceleração.

A incubadora do Parque Tecnológico de Itaipu iniciou suas atividades em 2006 e já atendeu aproximadamente 120 projetos nas etapas de entre qualificação, pré-incubação e incubação.  Estar em Itaipu significa fisicamente trabalhar numa área de preservação natural incomparável, estar inserido num super ambiente, onde cultura de alta tecnologia e inovação e aliança com a academia dão acesso a inúmeras oportunidades de negócios. Além do fato da localização estratégica de Foz do Iguaçu, “capital das três fronteiras”, no coração do Mercosul.

Treze empresas já foram graduadas e o índice de sobrevivência desses negócios é de 90% (muito superior à média de mercado). Atualmente oito empresas estão incubadas já com metodologia desenvolvida no ano passado e a intenção é que esse edital selecione mais 25 projetos para desenvolvimento na pré-incubação. Os dez melhores serão incubados junto com a aceleradora Start You Up de Vitória (ES).

O link para inscrição está aqui e o prazo se encerra em 13 de julho. Além de todas as ações previstas no programa para qualificação das selecionadas, haverá um incentivo de R$ 10.000,00 ao primeiro colocado para a fase de Incubação.