Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Empreendedorismo jovem: a hora de gerar impacto social é agora

6 de novembro de 2018

Foto: Unsplash

A maior celebração mundial do empreendedorismo chega à 11ª edição com o tema Empreendedorismo Jovem: A Hora é Agora. A Semana Global de Empreendedorismo, SGE 2018, contará com uma série de atividades norteadas pelos subtemas mulheres, inclusão social e inovação, até sexta-feira, dia 9. Na minha percepção, assuntos de muita relevância, sobretudo, quando analisamos o desempenho de jovens que estão liderando empresas com modelos inovadores e de alto impacto social.

Em mais de uma década de atuação, a Artemisia tem apoiado jovens inquietos pela mudança via empreendedorismo. Um deles é Gustavo Fuga que, em 2011, fundou a 4YOU2 com o sonho de transformar a educação, democratizando o acesso ao aprendizado e ao ensino de Inglês. Para isso, o negócio de impacto social oferece cursos por valores populares por meio de escolas localizadas em regiões de periferia ou locais de fácil acesso. Na prática, proporciona experiências transculturais para a população de baixa renda – com preços acessíveis – que ampliam o acesso a informações, possibilidades de estudo e melhores empregos que alavancam o desenvolvimento dos alunos.

A empresa atua com metodologia híbrida, adaptativa e com professores estrangeiros, focados em conversação. Hoje, a rede possui oito unidades, sendo cinco em São Paulo – nos bairros de Santana, Jardim Ângela, Ipiranga, Campo Limpo e Capão Redondo –, duas em Minas Gerais e uma na Paraíba. O negócio conta com 10 mil alunos e 350 professores de todo o mundo. Com a 4YOU2, o estudante da baixa renda tem uma solução acessível que reduz a própria assimetria de informação e a vulnerabilidade social, pois oferece ferramentas para que possa competir por vagas de emprego em condições mais equiparadas aos brasileiros com melhor poder aquisitivo.

Um outro exemplo são os jovens Raphael Mayer e Mathieu Anduze. Juntos, desenvolveram a Simbiose Social, uma plataforma digital que une tecnologia e informação para conectar empresas aptas a doarem parte do pagamento de impostos a projetos aprovados pelas leis de incentivo. A plataforma foi criada a partir do cruzamento de todos os dados públicos referentes a Leis de Incentivo no país. De um lado, o Sistema de Empresas otimiza a gestão do recurso e permite buscar os projetos. Do outro, o Sistema de Projetos empodera projetos sociais ao muni-los com informações referentes ao perfil das empresas. No cerne, a ideia é promover um match entre as empresas que querem – ou costumam doar parte dos recursos para pagamento de impostos – e os projetos que lutam para captar dinheiro. Ao mesmo tempo, otimiza a pesquisa, a avaliação e a gestão dos investimentos sociais.

Os empreendedores da Simbiose Social, que foram potencializados na Aceleradora Estação Hack – iniciativa do Facebook em parceria com a Artemisia – mapearam, em 2018, um potencial de direcionamento de imposto que ultrapassa a marca de R$ 100 milhões. Desde a criação, 56 projetos já foram impactados diretamente pela plataforma, que direcionou R$ 8,5 milhões para iniciativas socioculturais que beneficiaram mais de 100 mil pessoas no país.

A força dos jovens para contribuir com a mudança é gigantesca. No Brasil, a Artemisia se orgulha de ser pioneira na disseminação da inclusão dos jovens no ecossistema de negócios de impacto social. Em 2011, criamos a maior rede de jovens engajados no tema – o Movimento Choice – que em 5 anos formou mais de 800 embaixadores em 23 Estados e mobilizou mais de 97 mil pessoas dentro das universidades. Em 2017, o movimento se tornou independente e passou a ser liderado por embaixadores da própria rede; hoje, segue “contaminando” jovens com o propósito social, além de apoiar o desenvolvimento desse público para que empreendam mudanças positivas no mundo.

Uma forma permanente de levarmos informações sobre o conceito de negócios de impacto social para o maior número de pessoas – inclusive para jovens que queiram saber mais sobre como empreender e gerar impacto positivo ao mesmo tempo – foi a criação do Curso Online de Negócios de Impacto Social. Nesse ambiente online, o aluno encontra informações teóricas e práticas sobre a temática no Brasil e no mundo, e passa a conhecer a história de empreendedores de impacto social. Acreditamos que para realizarmos o nosso sonho – um país com 100% das brasileiras e brasileiros vivendo com dignidade e poder de escolha – o engajamento de jovens empreendedores é essencial.

Mais informações sobre a programação da Semana Global de Empreendedorismo podem ser obtidas no site do movimento: http://www.empreendedorismo.org.br/

* Maure Pessanha é coempreendedora e diretora-executiva da Artemisia, organização pioneira no fomento e disseminação de negócios de impacto social no Brasil.

A maior celebração mundial do empreendedorismo chega à 11ª edição com o tema Empreendedorismo Jovem: A Hora é Agora. A Semana Global de Empreendedorismo, SGE 2018, contará com uma série de atividades norteadas pelos subtemas mulheres, inclusão social e inovação, no período de 5 a 9 de novembro. Na minha percepção, assuntos de muita relevância, sobretudo, quando analisamos o desempenho de jovens que estão liderando empresas com modelos inovadores e de alto impacto social.

 

Em mais de uma década de atuação, a Artemisia tem apoiado jovens inquietos pela mudança via empreendedorismo. Um deles é Gustavo Fuga que, em 2011, fundou a 4YOU2 com o sonho de transformar a educação, democratizando o acesso ao aprendizado e ao ensino de Inglês. Para isso, o negócio de impacto social oferece cursos a valores populares por meio de escolas localizadas em regiões de periferia ou locais de fácil acesso. Na prática, proporciona experiências transculturais para a população de baixa renda – com preços acessíveis – que ampliam o acesso a informações, possibilidades de estudo e melhores empregos que alavancam o desenvolvimento dos alunos.

 

A empresa atua com metodologia híbrida, adaptativa e com professores estrangeiros, focados em conversação. Hoje, a rede possui oito unidades, sendo cinco em São Paulo – nos bairros de Santana, Jardim Ângela, Ipiranga, Campo Limpo e Capão Redondo –; duas em Minas Gerais; e uma na Paraíba. O negócio conta com 10 mil alunos e 350 professores de todo o mundo. Com a 4YOU2, o estudante da baixa renda tem uma solução acessível que reduz a própria assimetria de informação e a vulnerabilidade social, pois oferece ferramentas para que possa competir a vagas de emprego em condições mais equiparadas aos brasileiros com melhor poder aquisitivo.

Um outro exemplo são os jovens Raphael Mayer e Mathieu Anduze. Juntos, desenvolveram a Simbiose Social, uma plataforma digital que une tecnologia e informação para conectar empresas aptas a doarem parte do pagamento de impostos a projetos aprovados pelas leis de incentivo. A plataforma foi criada a partir do cruzamento de todos os dados públicos referentes a Leis de Incentivo no país. De um lado, o Sistema de Empresas otimiza a gestão do recurso e permite buscar os projetos. Do outro, o Sistema de Projetos empodera projetos sociais ao muni-los com informações referentes ao perfil das empresas. No cerne, a ideia é promover um match entre as empresas que querem – ou costumam doar parte dos recursos para pagamento de impostos – e os projetos que lutam para captar dinheiro. Ao mesmo tempo, otimiza a pesquisa, a avaliação e a gestão dos investimentos sociais.

 

Os empreendedores da Simbiose Social, que foram potencializados na Aceleradora Estação Hack – iniciativa do Facebook em parceria com a Artemisia – mapearam, em 2018, um potencial de direcionamento de imposto que ultrapassa a marca de R$ 100 milhões. Desde a criação, 56 projetos já foram impactados diretamente pela plataforma que direcionou R$ 8,5 milhões a iniciativas socioculturais que beneficiaram mais de 100 mil pessoas no país.

 

A força dos jovens para contribuir com a mudança é gigantesca. No Brasil, a Artemisia se orgulha de ser pioneira na disseminação da inclusão dos jovens dentro do ecossistema de negócios de impacto social. Em 2011, criamos a maior rede de jovens engajados no tema – o Movimento Choice – que em 5 anos formou mais de 800 embaixadores em 23 Estados e mobilizou mais de 97 mil pessoas dentro das universidades. Em 2017, o movimento se tornou independente e passou a ser liderado por embaixadores da própria rede; hoje, segue “contaminando” jovens com o propósito social, além de apoiar o desenvolvimento desse público para que empreendam mudanças positivas no mundo.

 

Uma forma permanente de levarmos informações sobre o conceito de negócios de impacto social para o maior número de pessoas – inclusive para jovens que queiram saber mais sobre como empreender e gerar impacto positivo ao mesmo tempo – foi a criação do Curso Online de Negócios de Impacto Social. Nesse ambiente online, o aluno encontra informações teóricas e práticas sobre a temática no Brasil e no mundo, e passa a conhecer a história de empreendedores de impacto social. Acreditamos que para realizarmos o nosso sonho – um país com 100% das brasileiras e brasileiros vivendo com dignidade e poder de escolha – o engajamento de jovens empreendedores é essencial.

 

Mais informações sobre a programação da Semana Global de Empreendedorismo podem ser obtidas no site do movimento: http://www.empreendedorismo.org.br/

 

 

* Maure Pessanha, coempreendedora e diretora-executiva da Artemisia, organização pioneira no fomento e disseminação de negócios de impacto social no Brasil.