Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Draft vem para inspirar e fortalecer a nova economia criativa brasileira

29 de setembro de 2014

“Queremos cobrir a emergência do que estamos chamando de Nova Economia Brasileira – a conjunção do empreendedorismo criativo (dos novos negócios mais ligados aos serviços, à mídia, ao design, à tecnologia, …) com o empreendedorismo social (das B-companies, das empresas de impacto, dos novos negócios ligados ao mundo da sustentabilidade e da responsabilidade social) com o universo da startups (o mundo das aceleradoras e dos fundos de venture capital). Vivemos no Brasil um momento único – nunca tivemos tantas boas ideias em busca de capital, nem tanto capital em busca de boas ideias. O Draft quer ser uma referência para esse novo mundo que está nascendo pelas mãos da inovação e do empreendedorismo, quer consolidar um marketplace que, ao contar as histórias desses novos empreendedores, instrumentalize e inspire outras pessoas a empreender também.”

As palavras do e-mail de resposta às minhas perguntas à Adriano Silva sintetizam muito do propósito da plataforma do projeto Draft, lançada essa semana em São Paulo.  “Nunca no Brasil tantas boas ideias e tantos empreendedores se lançaram à tarefa de mudar o mundo – começando pela sua própria rua. E de mudar o modo como vivemos – começando pela reinvenção de suas próprias carreiras, do seu jeito de olhar as coisas e de lidar com elas.” O projeto surge como um catalisador da história de QUEM ESTÁ FAZENDO – os erros, os acertos, as aprendizagens, os sucessos, os bastidores dos negócios dos makers brasileiros – para inspirar outros a fazer também. A iniciativa de Adriano Silva que tem como sócios Eduardo Vieira e Ricardo Cesar.

O vídeo manifesto lançado no Youtube fala por si só. E vale a pena.

Questionado sobre como o Draft se sustenta, Adriano conta que o modelo de negócio é baseado em “native advertising” ou seja, marcas parceiras, que tenham interesse em se posicionar diante da Nova Economia e em dialogar com esses novos empreendedores. A primeira delas, patrocinadora do projeto antes dele mesmo acontecer, é a Natura.  “Não queremos anunciantes“ diz Silva, que anuncia que essa fase de geração de conteúdo é só a primeira – “Nossa visão é crescer para educação, eventos e consultoria”.

Welcome Draft!

Fico feliz quanto surgem iniciativas como essa, que fomentam e contribuem para o incentivo à cultura do empreendedorismo e da inovação. Sinceramente acho que quanto mais tivermos disponível, em português, conteúdos de  qualidade, em mutiplataforma (textos, vídeos, podcasts), estaremos municiando de inspiração jovens de todas as idades – e esse recurso é um combustível imprescindível para continuarmos acreditando que sonhos podem virar realidade.

 

 

1 Comentário Comente também
  • 22/11/2014 - 07:58
    Enviado por: Ronaldo Ariel

    Tenho uma empresa na área contábil há 19 anos, já chegamos a 48 empregados, hoje temos cinco, passamos por um incêndio e depois uma grande crise, hoje estou querendo aumentar a carteira de clientes, contabilidade e uma área muito difícil de captação de cliente, gostaria de uma ajuda.

    responder este comentáriodenunciar abuso

Deixe um comentário: