Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

De cego, surdo e louco…todo empreendedor tem um pouco

29 de janeiro de 2014

 

LEO SPIGARIOL, ESCREVE TODA QUARTA-FEIRA

Jamais contrarie um louco. Em 2010, quando voltamos de nossa viagem ao Chile, arregaçamos as mangas e começamos a pesquisar sobre o universo das pimentas no Brasil. Compramos e testamos diversas variedades ‘gringas’ para entender as diferenças e quais seriam as mais indicadas para iniciar nossa produção aqui no Brasil. Acho que nesse instante nosso maior desafio não era germinar uma muda – mesmo que a única que germinei foi aquele feijão no algodão nas aulas de ciência da segunda série – e sim convencer as pessoas de que nossa idéia valeria a pena.
Lembro-me do olhar descrente de quem resolvia escutar nossa história. ‘Ow my God!’

Por incrível que pareça, até minha esposa dizia que estávamos delirando, ou sonhando acordados, e que o mercado já estava cheio de outros molhos.

Esqueça isso, amor.

Mas não desistimos de nossa loucura. Iniciamos com pouco dinheiro e muita coragem, nadando contra a correnteza em busca de materializar esse projeto. Muitos disseram para começarmos com uma cozinha modesta, de azulejo branco e tela na janela para ver se daria certo.

Que insegurança né?

Mas a loucura nos levou além e demos o pontapé inicial já bem estruturados, com tudo o que uma fábrica precisa para funcionar: belo produto, algumas máquinas, uma boa equipe de produção, sistema administrativo e muito tesão. Muitas noites sem dormir, contas brotando igual gremlins e, claro, decisões importantes que precisam ser tomadas num piscar de olhos são situações a que você precisa se acostumar. Aliás existem outras três palavras que ainda não mencionei: reinvestir, reinvestir e reinvestir.

De 2012 pra cá, nosso projeto foi reconhecido e elogiado por muitos, alcançando espaço na vida das pessoas e despertando paixões. Aliás, esse é um tema que gostaria de dividir com vocês em alguma próxima publicação: o quanto é importante você conquistar um espaço na vida das pessoas e como isso ajuda a cortar uma caminho enorme para alcançar o horizonte.

Ser ousado e acreditar em nossa loucura foi fundamental nesse processo todo pois conseguimos aglutinar pessoas talentosas ao nosso redor. Na segunda-feira, recebemos a visita do pessoal do e-commerce iBacana para fazer um vídeo nosso com objetivo de levar mais conteúdo para as pessoas que buscam a compra online. Fiquei muito feliz pela iniciativa deles. Primeiro porque enfrentar 350 quilômetros de São Paulo até aqui (Santa Cruz do Rio Pardo) não é tarefa fácil; segundo por terem nos escolhido entre uma enorme quantidade de fornecedores bacanas. Essa proatividade com certeza germinará muitos frutos.

Acho sempre importante refletir sobre o seguinte: um projeto medíocre fatalmente irá atrair pessoas medíocres. Então, não tenha medo de ousar. De verdade. Um profissional talentoso consegue sentir o cheiro da oportunidade a quilômetros de distância. E fique atento pois os loucos podem estar certos.