Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Blog do Empreendedor volta apimentado ao Estadão PME

14 de janeiro de 2014

 

Leo (á direita) e um dos sócios do negócio de pimentas

O projeto do Blog do Empreendedor recomeça em 2014. E a nossa primeira novidade é o empreendedor Leo Spigariol (à direita na foto), que resolveu empreender após uma viagem ao Chile e criar a De Cabrón com o primo e o tio. A marca inovou com molhos de pimenta gourmet e embalagens criativas. Mas o negócio não fica restrito apenas a venda de temperos. Os sócios pretendem montar um hotel com roteiro gastronômico focado nas pimentas, em Santa Cruz do Rio Pardo, no interior de São Paulo.

O primeiro post será publicado nesta quarta-feira, dia 15. Quem também continua com o Estadão PME é Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo que servirá como um verdadeiro detetive de bons exemplos de empreendedorismo ao retor do mundo – e nos contará a teoria por trás desses negócios.

Relembre os posts da Maria Brigadeiro
Relembre os posts de Adriane Silveira
Relembre os posts de Marcelo Nakagawa
Relembre os posts de Renato Steinberg
Relembre os posts de Pedro Chiamulera

Pimentas. Além de Leo Spigariol, Marcelo Prado e Marcelo Prado Filho vislumbraram uma oportunidade para investir nesse mercado durante uma viagem ao Chile em 2009. “Lá, descobrimos diversas marcas de molhos diferentes e embalados de forma bacana. Achamos a apresentação interessante e vimos que não tinha no Brasil um molho gourmet que divulgasse o produto de forma bem-humorada”, conta Spigariol.

O fato da família Prado ter uma fazenda em Santa Cruz do Rio Pardo, interior de São Paulo, incentivou o cultivo das pimentas. Os testes de plantio, o estudo do processo de produção, o posicionamento da marca e a instalação da fábrica levaram dois anos. Em fevereiro de 2012, a De Cabrón chegou ao mercado. O trio investiu R$ 2 milhões e o dinheiro foi recuperados em menos de um ano.

A produção é de 20 mil itens por mês e a empresa lançou recentemente um molho com a assinatura do chef Henrique Fogaça, do restaurante Sal Gastronomia. É um blend de chipotle (tipo de pimenta seca) e maracujá. O plano é continuar inovando e no ano que vem a fábrica deverá ser transferida para a fazenda no interior. “Queremos montar um hotel com roteiro gastronômico focado em pimentas. O hóspede vai poder acompanhar a colheita”, conta o empreendedor.