Blog


Blog do Empreendedor
O cotidiano de empreendedores como você
Twitter Facebook Orkut
Aumentar texto Diminuir texto

Black Friday 2018 dispara e supera vendas do ano passado

3 de dezembro de 2018

 

Por Ivan Bornes *

A Black Friday definitivamente foi incorporada na cultura de compras do brasileiro. A data surgiu nos Estados Unidos nos anos 1990 e inaugura oficialmente a temporada de compras de Natal com grandes promoções e descontos. Rapidamente se espalhou pelo mundo.

Segundo Javier Goilenberg, CEO e cofundador da Real Trends, plataforma de análise e gestão para vendedores do Mercado Livre: “O mercado brasileiro já incorporou a Black Friday como uma data importante no calendário, e a expectativa é que as vendas continuem crescendo à medida que os consumidores confiem mais nos descontos oferecidos”.

Dia de Black Friday em hipermercado de São Paulo. Foto: Suamy Beydoun/Agif-23/11/2018

As expectativas dos varejistas brasileiros eram altas, mas se viram superadas. Depois de tantos anos de crise, os consumidores não decepcionaram neste ano. De acordo com a Ebit/Nielsen, por volta das 17h da sexta-feira dia 23 as vendas já tinham quase alcançado a meta esperada para este ano, de R$ 2,4 bilhões em vendas, atingindo a incrível cifra de R$2,1 bilhões – valor total arrecadado na edição de 2017 do evento. Comparando com o mesmo horário do ano passado, o crescimento foi de 26%.

A sexta-feira representou para o e-commerce cerca de 4,5% do faturamento anual desta modalidade. Como referência, os 10 dias que antecedem o Natal representam juntos 18% do faturamento, segundo relatório da XP Investimentos.

As compras feitas pelo celular, o chamado mobile commerce, também tiveram grande destaque neste ano. Segundo pesquisa do Rankmyapp, foi registrado um crescimento no número de visitas orgânicas em aplicativos à medida que a Black Friday se aproximava. Destaque para a semana do dia 12 a 18 de novembro, que registrou aumento de 15,68% no volume de visitas. Além disso, o número de instalações orgânicas de aplicativos também aumentou com a proximidade da data, registrando um aumento de 25,91% na semana do dia 19 a 25 de novembro.

Grandes sites de vendas on-line, chamados “marketplaces“, como Mercado Livre, B2W, Submarino e Lojas Americanas, registraram um pico de crescimento de 20,85% no número de pedidos durante no dia 23/11. Sendo os que mais registraram vendas entre os dias 23 e 26 de novembro foram B2W, com representatividade de 44%, e Mercado Livre, com 31,64% do volume total de vendas geradas. Quando observado isoladamente o dia 23, B2W e Mercado Livre também registraram maior volume de vendas, com 49,33% e 24,12%, respectivamente.

Javier Goilenberg define o funcionamento dos marketplaces “como quando um shopping funciona 24 horas em datas especiais para aumentar as vendas: é feita uma grande publicidade e durante esses dias o shopping recebe uma alta quantidade de clientes. Por fim, acaba concretizando um maior volume de vendas, grande parte impulsionadas pelas promoções e descontos vigentes durante a ação. Se o vendedor toma as decisões adequadas antes, durante e depois da ação, pode ter uma grande diferença no seu faturamento”.

De todas as vendas geradas no segundo semestre deste ano, 31% se concentraram no mês da Black Friday, totalizando quase o dobro do que foi alcançado no mês de setembro, tendo o estado de São Paulo liderado as vendas da data (36,43%), seguido por Rio de Janeiro (11,51%) e Minas Gerais (10,77%), valores que ultrapassam 50% das conversões.

* Ivan Primo Bornes (ivan@pastificioprimo.com.br) é empreendedor e fundador da rede de rotisserias Pastifício Primo (www.pastificioprimo.com.br)